Exercício com música pode melhorar inteligência

Corpo e mente só têm a ganhar...

04 maio 2004
  |  Partilhar:

Se a música torna as pessoas mais inteligentes, e se o exercício físico contribuí com a função cerebral, será que a ginástica com música melhora a força da mente? Investigadores norte-americanos dizem que sim.Um grupo de voluntários que ouviu «As Quatro Estações», de Vivaldi, enquanto fazia exercício tiveram melhor aproveitamento num teste de habilidade verbal do que quando não ouviam a música, segundo os cientistas da Universidade Estadual de Ohio.Na opinião do líder da investigação, o psicólogo Charles Emery, as provas sugerem que o exercício melhora o desempenho cognitivo das pessoas com doenças coronárias. «E pensa-se que ouvir música aumente o poder cerebral. Por isso, queríamos colocar os dois resultados juntos», explicou Emery.Num artigo para a revista norte-americana «Heart & Lung», Emery e seus colegas disseram ter estudado 33 homens e mulheres que participavam num programa de reabilitação cardíaca após passarem por cirurgias de ponte de safena, angioplastia e outros procedimentos para desobstrução das artérias.Os voluntários afirmaram sentir-se melhor emocional e mentalmente depois de fazer exercícios com ou sem música. Mas, depois de ouvir música enquanto faziam musculação, o desempenho em fluência verbal foi o dobro do que sem música.«O exercício parece provocar mudanças positivas no sistema nervoso, e essas mudanças podem ter efeito directo sobre a habilidade cognitiva», disse Emery, acrescentando que ouvir música pode influenciar a função cognitiva por diferentes caminhos do cérebro. «A combinação de música e exercício pode estimular e aumentar a disposição cognitiva e ajudar a organizar o fluxo cognitivo [a fala].»No futuro, o cientista pretende repetir o estudo, mas com as escolhas musicais dos os voluntários. «Usamos ''As Quatro Estações'' por causa do seu tempo moderado e dos efeitos positivos sobre os doentes em estudos anteriores», apontou o investigador. «Mas dada a variedade de preferências musicais entre os pacientes, é especialmente importante avaliar a influência de outros tipos de música sobre os resultados cognitivos.»Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.