Exercício aeróbico elimina mais gorduras

Estudo publicado no “Journal of Applied Physiology”

20 dezembro 2012
  |  Partilhar:

O exercício aeróbico é o tipo de exercício mais eficaz para eliminar a gordura, sugere um estudo publicado no “Journal of Applied Physiology”.
 

O exercício aeróbico, comumente conhecido como "cardio", e que inclui a corrida, caminhada e natação, tem sido apontado como uma forma eficaz de perder peso. No entanto, alguns estudos têm sugerido recentemente que o treino de resistência, nomeadamente o levantamento de pesos, pode contribuir para a perda de peso através da ativação do nível metabólico em repouso.
 

De forma a tentar perceber qual seria o melhor tipo de exercício para a perda de peso e gordura, os investigadores da Duke University, nos EUA, contaram com a participação de 234 adultos obesos ou com excesso de peso. Os participantes foram divididos em três grupos distintos: exercício aeróbico (cerca de 19 km por semana), exercício de resistência (três vezes por semana, três séries por treino com oito a doze repetições) ou a prática de exercício aeróbico conjuntamente com o da resistência.
 

Da análise dos 119 participantes que finalizaram os programas de exercício foi constatado que, aqueles que praticavam apenas exercício aeróbico ou que o praticavam conjuntamente com treino de resistência perdiam mais peso comparativamente com os indivíduos submetidos apenas ao treino de resistência. Na verdade, este grupo acabou por aumentar de peso devido ao aumento de massa muscular.
 

O estudo apurou que a prática de 133 minutos por semana de exercício aeróbico conduziu à diminuição de peso, enquanto 180 minutos despendidos por semana em treino de resistência não conduziram a qualquer redução do peso.
 

Os investigadores também verificaram que os participantes que praticaram os dois tipos de exercícios perderam peso e gordura, mas não na mesma extensão que a observada no grupo que praticou apena exercício aeróbico. A combinação destes dois tipos de exercício teve efeitos mais pronunciados na redução do perímetro de cintura, o que pode ser justificado pela quantidade de tempo despendida na prática de exercício.
 

“Não há nenhum tipo de exercício que seja adequado para todas as condições de saúde. No entanto, e com base nos nossos resultados, está na altura de questionar a ideia de que o treino de resistência induz alterações na massa corporal e adiposa, devido ao aumento do metabolismo”, revelou em comunicado de imprensa, o principal autor do estudo, Leslie H. Willis.
 

Os investigadores acrescentaram ainda que o tipo de exercício é específico para cada idade. Nomeadamente, os adultos com atrofia muscular devem apostar no treino de resistência. Por outro lado, os jovens e adultos saudáveis que querem perder peso podem beneficiar mais do exercício aeróbico.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.