Excesso de peso aumenta risco de artrite reumatóide

Estudo realizado pela Harvard Medical School

14 novembro 2012
  |  Partilhar:

O excesso de peso está associado a um maior risco de desenvolvimento de artrite reumatóide nas mulheres, sugere um estudo apresentado no encontro anual do American College of Rheumatology.
 

A artrite reumatóide é uma doença crónica caracterizada pela rigidez, dor, inchaço, limitação de movimentos e perda da função de múltiplas articulações. Apesar de as articulações serem as áreas mais afetadas por esta doença, a inflamação pode desenvolver-se noutros órgãos. Alguns estudos anteriores já tinham sugerido que havia uma relação entre o excesso de peso e o risco de desenvolvimento da artrite reumatóide. Contudo, outros tinham encontrado resultados contraditórios.
 

De forma a tentar esclarecer este assunto os investigadores da Harvard Medical School e da Harvard School of Public Health, nos EUA, contaram com a participação de dois grupos de mulheres. O primeiro era constituído por 121.700 participantes que tinham entre 30 a 55 anos e o segundo por 116,608 mulheres com idades compreendidas entre os 25 e os 42 anos.
 

Todas as participantes foram submetidas a questionários para avaliação do seu estilo de vida, exposições ambientais e índice de massa corporal (IMC). A artrite reumatóide foi determinada tendo por base os rastreios do tecido conetivo e os processos clínicos das participantes.
 

Os investigadores constataram que, em comparação com as mulheres que tinham um peso normal as que tinham um excesso de peso ou eram obesas apresentavam uma maior incidência desta doença reumatológica.
 

O estudo apurou que a taxa de risco de desenvolvimento de artrite reumatóide para as mulheres com excesso de peso, que tinham um IMC entre 25 e 29,9, era de 1,19 e 1,78 para o primeiro e segundo grupo, respetivamente (o que representa um aumento de 19% e 78%). As mulheres obesas, que tinham um IMC maior que 30, tinham uma taxa de risco de 1,18 e 1,73.
 

Na opinião do líder da investigação, Bing Lu, os resultados deste estudo poderão fornecer novas informações sobre a etiologia da artrite reumatóide e ter grandes implicações na saúde pública.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.