Exaustão mental impede uma boa performance física

Estudo publicado no “Journal of Applied Physiology”

19 março 2009
  |  Partilhar:

Um estudo publicado no “Journal of Applied Physiology” sugere que a exaustão mental poderá levar as pessoas a acreditar que estão fisicamente cansadas mais cedo do que é normal.

 

Este estudo, liderado por Samuele M. Marcora, da Banger University, Wales, no Reino Unido, contou com a participação de 16 pessoas que realizaram treino físico na bicicleta até à exaustão. Quando a prática deste exercício foi precedida de 90 minutos de jogos mentais, que envolveram o uso da memória e reacção rápida, os participantes ficaram cansados, em média, cerca de 15% mais cedo do que os que visualizaram 90 minutos de documentários antes do exercício.

 

Os investigadores verificaram ainda que, enquanto medidas fisiológicas como consumo de oxigénio, ritmo cardíaco e pressão arterial não se alteraram nos dois grupos, as pessoas que estavam mentalmente cansadas tinham a percepção de que começavam o exercício físico num nível de esforço mais elevado e atingiam o limite da sua capacidade mais cedo.

 

Samuele M. Marcora e a sua equipa sugerem duas teorias para explicar os resultados encontrados: a fadiga mental faz com que as pessoas desistam da prática de exercício físico mais facilmente, ou o cansaço mental afecta o nível de dopamina, um neurotransmissor relacionado com a motivação e o esforço.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.