Evolução de estirpes de VIH pode originar resistência aos fármacos

Estudo publicado na “Science”

20 janeiro 2010
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos desenvolveram um modelo matemático que mostrou que podem aparecer, nos próximos cinco anos, estirpes de VIH (vírus da sida) resistentes aos medicamentos, facto que representará uma ameaça para o controlo da epidemia, revela um estudo publicado na “Science”.

 

O modelo matemático, desenvolvido por cientistas da University of California, em Los Angeles, rastreia a transmissão de múltiplas estirpes de VIH.

 

O modelo mostrou que muitas das estirpes resistentes aos anti-retrovirais, cuja evolução foi observada nos últimos dez anos em São Francisco, eram mais fáceis de transmitir entre pessoas do que se acreditava e que é provável que causem uma nova onda de resistência aos medicamentos nos próximos anos.

 

"Não estamos a falar só de São Francisco, mas também de muitas outras comunidades dos países ricos, o que terá implicações significativas para a saúde global. São Francisco é um indicador deste dano potencial. De facto, as implicações mais significativas do nosso trabalho são para os países nos quais se está a introduzir o tratamento", advertiu a autora do estudo Sally Blower, em comunicado de imprensa enviado pela universidade.

 

"O que nos preocupa é que o nosso modelo mostra que a estratégia actual de eliminação de VIH proposta pela Organização Mundial de Saúde poderia, por erro, agravar as situações e aumentar de maneira significativa os níveis de resistência aos medicamentos em muitos países africanos", assinalou a investigadora.

 

Este modelo pode aplicar-se a outras doenças e contribuir para melhorar a compreensão da propagação dos microrganismos resistentes aos fármacos, asseguram ainda os autores do estudo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.