Eutanásia aceite por 50% dos idosos

Estudo da Faculdade de Medicina do Porto

15 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

Um inquérito elaborado pelo Serviço de Biomédica e Ética Médica da Faculdade de Medicina do Porto (FMP) revelou que 50% dos idosos admite a legalização da Eutanásia.
 

 

O estudo pretendia apurar a opinião da população idosa portuguesa, com mais de 65 anos e sem doença terminal, sobre a prática do suicídio assistido. Foram inquiridos 815 idosos, institucionalizados em lares ou residências para a terceira idade em todo o país, incluindo Açores e Madeira. A maioria admite pensar frequentemente na morte. A dúvida, explicou Rui Nunes, coordenador da investigação, é se esse sentimento "reflecte uma vontade firme ou se é resultado da solidão e abandono" em que vivem.
 

 

O director do serviço de Bioética da FMP e presidente da Associação Portuguesa de Bioética explicou que este projecto surgiu na sequência de um outro que envolveu médicos oncologistas. Esse estudo anterior revelou que 40% dos clínicos estão disponíveis para a prática da Eutanásia.
 

 

Os resultados do estudo serão divulgados terça-feira na Ordem dos Médicos, no Porto, e o tema também servirá de mote para um debate no Congresso Nacional da Bioética, que se realiza na sexta-feira, na Aula Magna da Faculdade de Medicina do Porto.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.