Europeus vão ser menos dentro de 20 anos

População com tendência à diminuição

17 junho 2002
  |  Partilhar:

No ano 2000, a população da União Europeia cresceu em cerca de um milhão de pessoas em relação ao ano anterior, segundo o Livro do Ano 2002 agora publicado pela Eurostat (www.europa.eu.int/comm/eurostat). Ao atingir os 377 milhões de habitantes em 1 de Janeiro de 2001, a União Europeia assegurou a terceira maior população do Mundo, apesar da distância a que fica da China (1273 milhões) e da Índia (1029 milhões de pessoas). Mas, ainda assim, teve uma taxa de crescimento demográfico três vezes inferior à dos Estados Unidos.
 

 

O crescimento demográfico natural (diferença entre nascimentos e óbitos) registou um saldo positivo de quase 90 mil pessoas, o que, juntamente com a estabilização dos fluxos migratórios, explica o crescimento no ano 2000. Mas atenção: se as taxas de fertilidade, mortalidade e migração internacional se mantiverem, a população continuará a crescer até 2023, e a partir daí começa a diminuir, regredindo até aos níveis actuais em 2050.
 

 

A migração líquida continua a ser o mais significativo componente do crescimento demográfico. Isso verifica-se desde finais da década de 80, mas acentuou-se significativamente na década de 90, contribuindo com um peso de dois terços ou mesmo três quartos para este aumento populacional. "Sem os ganhos populacionais atribuídos à [i]migração, o número de pessoas na Alemanha, Grécia, Itália e Suécia teria diminuído, e na Áustria não teria havido qualquer aumento", afirma o relatório.
 

 

Veja mais em:Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.