Europa recusa liberalização do tratamento hospitalar

Proposta rejeitada

24 dezembro 2008
  |  Partilhar:

Os ministros europeus da Saúde, incluindo o de Portugal, rejeitaram uma proposta que visava permitir que os cidadãos comunitários recebessem tratamento médico em outros Estados-Membros sem autorização prévia, divulgou a agência Lusa.

 

Em Conselho de Ministros da Saúde, realizado em Bruxelas, os 27 países rejeitaram a proposta da Presidência Francesa, destinada a "simplificar" os trâmites legais para assistência médica além-fronteiras.

 

Os ministros demonstraram a sua oposição a vários pontos do texto, como a eliminação da obrigatoriedade em apresentar uma autorização prévia do país de origem para assistência hospitalar no estrangeiro.

 

Os chefes da Saúde europeia concordaram, contudo, que as autoridades de saúde nacionais devem passar a fornecer aos doentes toda a informação relativa aos requisitos obrigatórios para receber assistência médica noutros países da União Europeia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.