Europa está livre de poliomielite

Comunicado da Organização Mundial de Saúde

30 agosto 2011
  |  Partilhar:

A Europa mantém-se livre de poliomielite, depois do aparecimento do vírus em alguns países europeus no ano passado, anunciou a comissão regional europeia para a certificação da erradicação da doença.

 

Segundo um comunicado da Organização Mundial de Saúde (OMS), citado pela agência Lusa, a Europa “manterá o seu estatuto de livre de poliomielite após a importação do poliovírus selvagem em 2010”. Desde Setembro de 2010 não foram reportados quaisquer novos casos, após os países terem tomado “acções efectivas”, declarou a comissão num encontro em Copenhaga, Dinamarca.

 

De acordo com a directora regional para a Europa da OMS, Zsuzsanna Jakab, citada pela Lusa, esta posição da comissão é uma “notícia excelente para a região e um reconhecimento a todos os estados e parceiros que, individual e colectivamente, combateram imediatamente o primeiro e maior aparecimento da doença na Europa desde a sua erradicação em 2002”.

 

Em 2010, quatro países – Cazaquistão, Rússia, Turquemenistão e Tajiquistão – registaram 30 mortes e 475 casos de vírus de tipo 1. Desde a criação da Iniciativa para a Erradicação Global da Poliomielite (GPEI, na sigla em inglês, que inclui organizações como a OMS, a Unicef e o Rotary International), em 1988, a incidência desta doença foi reduzida em mais de 99%.

 

Na altura, anualmente, mais de 350 mil crianças ficavam paralisadas em mais de 125 países onde a poliomielite era endémica. Até agora, segundo dados contabilizados no passado dia 16, foram relatados 325 casos em todo o mundo. A doença permanece endémica em quatro países: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.