EUA vão interditar produtos com efedrina

Substância é usada para perda de peso e para melhorar as performances desportivas

31 dezembro 2003
  |  Partilhar:

O secretário norte-americano da Saúde, Tommy Thompson, anunciou, esta semana, a interdição nos Estados Unidos da América de produtos que contenham efedrina, considerados como «demasiado arriscados» para a saúde. «Posso anunciar que estamos prestes a interditar os complementos alimentares contendo efedrina», disse Thompson durante uma conferência de Imprensa.Esta decisão entrará em vigor 60 dias após a publicação e foi baseada na análise de mais de 16 mil incidentes ligados a produtos contendo efedrina, uma substância que pode causar acidentes cardíacos. A decisão é acompanhada de um alerta aos consumidores publicado pela agência federal de controlo dos alimentos e dos medicamentos (FDA) e de uma carta exigindo aos 62 fabricantes norte-americanos de produtos com esta substância para que cessem a sua venda. A efedrina, derivada da planta efedra, é utilizada para a perda de peso e para melhorar as performances desportivas. Estudos recentes a 16 mil reacções adversas revelaram que o consumo da substância provocou cinco mortos, 11 acidentes vasculares cerebrais e quatro crises de epilepsia.Fonte: Jornal de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.