EUA proíbe venda de viagra feminino

Decisão do Food and Drug Administration

22 junho 2010
  |  Partilhar:

O Food and Drug Administration (FDA) − a entidade norte-americana que regula a comercialização de fármacos e alimentos − proibiu a comercialização do produto designado como “viagra feminino” por não ter sido comprovada a sua eficácia.

 

A empresa alemã Boehringer Ingelheim pretendia a aprovação do FDA, necessária para poder vender nos EUA o flibanserin, um fármaco que, segundo o laboratório, actua no equilíbrio químico do cérebro associado ao desejo sexual.

 

Porém, os testes efectuados com 2.400 mulheres, que consistiam na toma do fármaco ou de um placebo, permitiram concluir que o flibanserin só melhora ligeiramente a libido e tem a agravante de provocar efeitos secundários. De facto, 15% das mulheres que tomavam o novo fármaco abandonaram o tratamento, porque ele lhes causava depressão, desmaios e cansaço, entre outros problemas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.