Estupefacientes e falta de higiene levam ao encerramento dos laboratórios Sicla
28 abril 2001
  |  Partilhar:

O Infarmed encerrou na sexta-feira os laboratórios Sicla - industria farmacêutica por terem sido encontrados estupefacientes e pelas condições "degradantes" de higiene nos armazéns, refere um relatório elaborado após a inspecção.
 

 

O referido relatório especifica que a fiscalização foi desencadeada por denúncia às condições não só da cadeia de produção como também do armazenamento de matérias-primas.
 

 

Entre outras situações, os inspectores do Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento verificaram "degradantes condições de higiene dos armazéns, ratos, veneno para ratos, urina à mistura com as matérias-primas e com produtos acabados".
 

 

Além da falta de condições de higiene, a descoberta de substâncias estupefacientes, nomeadamente "10,3 quilogramas de codeína base, 5,1 quilogramas de fosfato de codeína e 450 gramas de morfina", adquiridas "ilegalmente", levaram os inspectores a decretar o encerramento e selagem do laboratório.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.