Estudo sobre psoríase vence prémio da Fundação Salud 2000

Investigação quer saber as razões das reacções aos tratamentos

23 abril 2006
  |  Partilhar:

 

Uma investigação sobre as razões por que um doente com psoríase reage bem e outro não ao mesmo tratamento, realizada por um dermatologista do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, venceu a Bolsa Serono de Investigação.
 

 

A bolsa de investigação, no valor de 18 mil euros, vai ser entregue na próxima quarta-feira, pela Fundación Salud 2000 ao investigador Paulo Filipe. A investigação vai "contribuir para um melhor conhecimento da resposta imunitária nas lesões psoriásicas e para a identificação do perfil das células-T imunológicas em diversas abordagens terapêuticas".
 

 

Segundo o investigador, o objectivo do estudo é apurar as razões que estão na origem de diferentes reacções da pele dos doentes aos tratamentos contra a psoríase. "Por que razão uns doentes reagem bem ao tratamento e outros não?", questionou o investigador, que espera contribuir com os resultados do estudo para ajudar os doentes com psoríase, uma doença cutânea inflamatória, de carácter crónico, que afecta cerca de 300 mil portugueses.
 

 

Um estudo recente revelou o perfil do doente com psoríase: mulher, casada, com uma idade média de 47 anos, trabalha por conta de outrem e tem a depressão como a mais frequente doença associada.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.