Estudo sobre hipertensão em Portugal arranca em finais de Outubro

Primeiro estudo epidemiológico da prevalência, tratamento e controle da doença

25 setembro 2002
  |  Partilhar:

A partir de finais de Outubro, equipas de rua visitarão cerca de seis mil portugueses do continente e ilhas para saber como está a hipertensão em Portugal, uma doença que provoca trombose, a primeira causa de morte no país.
 

 

Trata-se da realização daquele que será o primeiro estudo epidemiológico da prevalência, tratamento e controle da hipertensão arterial em Portugal, anunciou, em conferência de imprensa, Mário Espiga de Macedo, responsável pelo projecto.
 

 

Os resultados deste estudo deverão ser conhecidos em finais do próximo ano, devendo ser publicados numa brochura que será distribuída a todos os médicos no primeiro semestre de 2004.
 

 

Saber quantos hipertensos existem, qual a percentagem destes que sabia ser hipertenso, quantos estão a ser tratados e, dentro do grupo dos tratados, quais são os que têm a doença controlada são as principais conclusões a que se quer chegar com este estudo.
 

 

Espiga de Macedo lembrou que Portugal é o país da União Europeia (UE) com mais acidentes vasculares cerebrais.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.