Estudo revela que a depressão pode antecipar menopausa

E aumentar riscos de perda de massa óssea

16 janeiro 2003
  |  Partilhar:

As mulheres com uma história clínica de depressão correm o risco de entrarem na menopausa mais cedo do que o normal, defende um estudo de investigadores norte-americanos de Boston divulgado segunda-feira.
 

 

Bernard Harlow, responsável pelo estudo, admite que a depressão poderá ter um efeito directo na produção de hormonas, um fenómeno que já foi documentado em relação a mulheres que sofrem de síndroma de stress pós-traumático. Os autores da investigação consideram a descoberta importante porque baixos níveis de estrogénio por períodos prolongados aumentam os riscos de perda de massa óssea.
 

 

«Observámos um aumento de 20% no risco de entrar mais cedo na perimenopausa nas mulheres com casos de depressão», afirmou Harlow.
 

 

A perimenopausa tem início normalmente nas mulheres com mais de 40 anos, altura em que surgem alterações nos ciclos menstruais e podem aparecer os primeiros sintomas de menopausa, como os afrontamentos e suores.
 

 

As mulheres com episódios de depressão chegavam a entrar na perimenopausa com 38 anos, revela o estudo.
 

 

Os investigadores analisaram 976 mulheres com idades compreendidas entre os 36 e os 45 anos, sendo que 332 das mulheres tinham sofrido depressões.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.