Estudo relaciona personalidade a risco de desenvolver Demência

Investigação publicada na revista "Neurology”

16 abril 2009
  |  Partilhar:

As pessoas tranquilas, extrovertidas e com uma vida social activa e participativa têm menos probabilidade de sofrer de demência que os indivíduos introvertidos que se stressam com facilidade e estão socialmente isolados, aponta um estudo publicado na revista "Neurology”.

 

Investigadores do Instituto Karolinska de Estocolmo avaliaram o estilo de vida social, a facilidade de relacionamento com os outros e as características da personalidade de 506 pessoas maiores de idade, as quais foram seguidas durante seis anos. Durante esse período, 144 destas pessoas desenvolveram demência.

 

A equipa, liderada por Hui-Xin Xang, revelou que os indivíduos com uma atitude descontraída perante a vida apresentaram um risco de sofrer demência 50% menor que aqueles que, além de serem pouco sociáveis, se angustiam facilmente.

 

Estudos anteriores já tinham demonstrado que a angústia crónica pode afectar algumas partes do cérebro, como o hipocampo, o que pode, em parte, explicar o risco de desenvolvimento da demência.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.