Estudo português sobre reabilitação da baixa visão

Investigador da Universidade do Minho premiado nos EUA

16 maio 2010
  |  Partilhar:

O investigador em Optometria e Ciências da Visão da Escola de Ciências da Universidade do Minho, António Filipe Macedo, recebeu o prémio Envision-Atwell Award do Low Vision Research Group, da Flórida, nos EUA, revelou fonte universitária, em comunicado de imprensa citado pela agência Lusa.

 

Segundo a Universidade do Minho, “no trabalho foram utilizadas técnicas de seguimento dos olhos (“eye-tracking”) para compensar os movimentos oculares aleatórios e involuntários que surgem quando a retina central fica cega (escotoma central)”, condição causada principalmente pela degeneração macular relacionada com a idade.

 

Segundo o comunicado, a investigação “permitiu melhorar a acuidade visual e a leitura em pessoas cuja visão é principalmente feita usando o resíduo visual existente na retina periférica”. O mesmo comunicado adianta que o estudo premiado “deve, num futuro próximo, vir a ser utilizado na concepção de equipamentos para auxílio às pessoas com baixa visão”.

 

O trabalho do investigador português foi apoiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, pelo Centro de Física da Universidade do Minho e pela Associação de Profissionais Licenciados de Optometria.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.