Estudo liga poluição a risco de Trombose Venosa

Artigo publicado na revista “Archives of Internal Medicine”

29 maio 2008
  |  Partilhar:

Um estudo realizado na Harvard School of Public Health, nos EUA, aponta para uma relação entre pessoas que vivem em locais poluídos e um maior risco de desenvolver Trombose Venosa Profunda.
 

 

O estudo, publicado na revista “Archives of Internal Medicine”, revela que a exposição a pequenas partículas de poluição - compostas por agentes químicos provocados pela queima de combustível de automóveis - não só aumenta os riscos de doenças cardíacas, nomeadamente Enfarte do Miocárdio, como também pode conduzir a Trombose Venosa Profunda.
 

 

Na investigação participaram duas mil pessoas de uma cidade italiana da região da Lombardia, entre as quais 870 tinham desenvolvido trombose venosa. Os cientistas obtiveram medições dos graus de poluição nos locais onde os voluntários habitavam e perceberam que os que tinham sido expostos a maiores níveis de poluição apresentavam uma maior probabilidade de desenvolver coágulos.
 

 

O estudo concluiu que perante um aumento de 10 microgramas de partículas por metro quadrado, o risco de trombose venosa aumentava até 70%.
 

Em declarações ao site Medicine.net, o coordenador da investigação, Andrea Baccarelli, diz esperar que a pesquisa contribua para que sejam estabelecidas mais regras para conter os níveis de poluição crescentes em áreas urbanas.
 

O estudo também alerta para outros factores que contribuem para o problema: voos de longa distância, assim como passar várias horas sentadas no trabalho sem se movimentar também propicia o desenvolvimento de trombose.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.