Estudo explica como intoxicação alimentar pode matar seropositivos

Trabalho apresentado na revista "Nature Medicine"

15 abril 2008
  |  Partilhar:

Um grupo de cientistas da University California em Davis, nos EUA, descobriu por que as bactérias do género Salmonella podem ser fatais em seropositivos. As descobertas, publicadas na revista "Nature Medicine", também podem ajudar a explicar por que razão o vírus HIV não responde ao coquetel de fármacos.
 

 

Normalmente, esses microrganismos bacterianos não causam mais que sete dias de diarreia, mas em pacientes com HIV, a contaminação pode muitas vezes conduzir à morte. Os cientistas descobriram o defeito na resposta imunitária que permite que a Salmonella cruze a barreira mucosa do intestino, entre na corrente sanguínea e infecte outros órgãos.
 

 

De acordo com o estudo efectuado em animais, a infecção do intestino pelo vírus resulta na eliminação de um tipo específico de glóbulo branco, denominado de Th-17, na mucosa intestinal. Essa célula é responsável pela produção de uma “substância mensageira” que tem um papel importante na resposta inflamatória, alertando outras células do sistema imunitário para combater a infecção.
 

 

Além de enfraquecer o intestino no seu combate à Salmonella, a própria região fica mais vulnerável à acumulação de partículas do HIV. Segundo os investigadores esta descoberta ajuda a explicar como o vírus consegue escapar ao efeito dos potentes fármacos, dado que o intestino, desprotegido, torna-se num reservatório natural do vírus no corpo.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.