Estudo espanhol analisa prática da famosa “siesta”

Só 16% dormem depois de almoço

29 janeiro 2009
  |  Partilhar:

O mito da famosa sesta espanhola foi agora desfeito por um estudo que revela que apenas 16% da população de Espanha a pratica diariamente.
 

 

O estudo sobre o sono foi realizado pela Fundación de Educación para la Salud del Hospital Clínico San Carlos (Fundadeps) e pela Asociación Española de la Cama (Asocama), junto de mais de três mil espanhóis com idades acima dos 18 anos.
 

 

O estudo refere que, apesar do decréscimo da tradição, o mito é mantido para publicidade turística.
 

A análise mostra que 58,6% dos espanhóis nunca dormem a sesta, 22% só o fazem em certas ocasiões e 3,2% só dormem depois do almoço durante o fim-de-semana.
 

 

Em termos de sexos, o estudo revela que são os homens com mais de 45 anos quem mais pratica a sesta, sendo que as mulheres afirmam “ter mais dificuldades em conciliar o sono com as práticas do dia-a-dia”.
 

 

Entre os que praticam a sesta com frequência, a maioria (72%) conforma-se com o recostar-se no sofá, enquanto 27% confessa que cumpre o ritual completo, metendo-se na cama de pijama.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.