Estudo dá pistas para reduzir poluição em Lisboa

Aumento «brutal» de portagens é uma das soluções

04 julho 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

O aumento «brutal» das portagens no acesso a Lisboa para veículos apenas com um passageiro é uma das medidas propostas de um estudo para reduzir a poluição atmosférica na capital.
 

O estudo, encomendado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT) à Universidade Nova de Lisboa, faz parte de uma directiva europeia que obriga à elaboração de Plano e Programas de Qualidade do Ar e foi apresentado no seminário «Ambiente em Lisboa e Vale do Tejo».
 

 

Segundo o documento «Planos e Programas para a Melhoria da Qualidade do ar na Região de Lisboa e Vale do Tejo», 75 por cento das emissões de gases são provenientes do tráfego, sendo necessário reduzir a circulação automóvel em Lisboa para que não se ultrapassem os limites permitidos pela União Europeia.
 

 

Francisco Ferreira, um dos autores do estudo, adiantou que há várias zonas da região de Lisboa onde estão a ser ultrapassados os limites impostos pela União Europeia, sendo o «caso pior» a Avenida da Liberdade.
 

 

Para alterar esta situação, o estudo apresenta 21 medidas de base permanente e três de aplicação pontual («SOS»), que já são utilizadas em alguns países da Europa, como portagens diferenciadas no acesso a Lisboa consoante o número de ocupantes do veículo e a introdução de um sistema de matrículas alternadas.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.