Estudo avalia saúde dos madeirenses

Mais de metade da população sofre de hipertensão

09 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

Mais de metade da população da Madeira é hipertensa e, desta, 25 por cento corre o risco de sofrer um acidente cardiovascular, revela um estudo sobre o "Estado de Saúde dos Madeirenses". Este estudo teve como suporte o rastreio realizado na Madeira e no Porto Santo em 2005 no âmbito do programa nacional MAIIIS (mobilização, avaliação, informação, intervenção integrada em saúde), dos Laboratórios Pfizer, que teve o apoio da Secretaria Regional dos Assuntos Sociais. O estudo indica ainda que 68 por cento dos madeirenses têm excesso de peso e, destes, 18 por cento são obesos, que 13 por cento sofrem de diabetes e que 67 por cento são sedentários. Os maus hábitos alimentares e a falta de exercício físico são apontados como sendo os principais causadores deste problema de saúde pública na região. O rastreio foi realizado nos onze concelhos da Região e abrangeu cerca de quatro mil pessoas entre os 20 e os 59 anos. O coordenador do Programa das Doenças Cardiovasculares do Plano Regional de Saúde, Almada Cardoso, anunciou, por seu lado, que, a partir do segundo semestre de 2006, a Secretaria Regional dos Assuntos Sociais vai desenvolver, de seis em seis meses e durante alguns anos, planos de combate aos factores causadores de doenças cardiovasculares. Fonte: Lusa MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.