Estudo avalia papel do casal na família e profissão

Portuguesas são quem mais trabalha em casa

21 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

As mulheres tratam da roupa, limpam a casa, preparam as refeições e ainda cuidam dos doentes. Os homens fazem pequenas reparações em casa. Esta é a realidade de muitos países europeus, mas em Portugal é particularmente evidente a ausência da partilha das tarefas domésticas. Apesar disso, as portuguesas são as que mais desculpam o companheiro e a maioria acha justo ocupar 19 horas semanais com o trabalho doméstico, enquanto eles apenas gastam três.
 

 

Estas conclusões fazem parte do estudo «Atitudes Sociais dos Portugueses, Família e Papéis de Género», projecto coordenado por Manuel Villaverde Cabral e Jorge Vala, do Instituto de Ciências Sociais, divulgado na semana passada. O trabalho compara dados de Portugal, França, Reino Unido, República Checa, Suécia, Alemanha Ocidental e Espanha.
 

 

As mulheres gastam, em média, quase três vezes mais horas com as tarefas domésticas que o parceiro. A Suécia faz a diferença, é onde se verifica uma maior participação dos homens, cinco horas semanais para eles e sete para elas. No lado oposto estão a Espanha (23 para duas) e Portugal.
 

 

As horas de trabalho feminino em casa diminuem à medida que entram na vida profissional, mas não porque os homens façam mais. O que se passa é que o casal recorre ao trabalho de terceiros (empregadas domésticas) ou elimina tarefas (comida enlatada).
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.