Estudo avalia níveis de vitamina B12 e folato e risco de anemia nos idosos

Trabalho publicado nos “Archives of Internal Medicine”

16 dezembro 2008
  |  Partilhar:

Um estudo publicado nos “Archives of Internal Medicine” alerta para a prevenção da anemia em idosos através de testes que verifiquem os níveis de vitamina B12 e de ácido fólico (folato).

 

No estudo, liderado por Wendy den Elzen, do Departments of Public Health and Primary Cared, na Holanda, foram acompanhados 423 indivíduos com mais de 85 anos, que não eram submetidos a suplementação vitamínica.

 

A deficiência de folato e os níveis elevados de homocisteína estão associados à presença de anemia.

 

No estudo, a deficiência de vitamina B12 não foi associada à ocorrência de anemia no início do estudo ou após cinco anos, nem a mudanças no volume corpuscular médio (VCM). A deficiência de folato e o aumento dos níveis de homocisteína foram associados ao desenvolvimento de anemia a partir de 85 anos, mas não ao aumento do VCM.

 

De acordo com o resumo do estudo, estes dados mostram que a anemia nos idosos com mais de 85 anos está associada à deficiência de folato e ao aumento dos níveis de homocisteína, mas não à deficiência de vitamina B12.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.