Estudo analisa consequências da restrição de insulina em diabéticas tipo 1

Pesquisa publicada na revista “Diabetes Care”

24 março 2008
  |  Partilhar:

Usar menos insulina do que o necessário para o controle da Diabetes tipo 1 pode reduzir o tempo de vida de uma mulher em mais de uma década, segundo um estudo publicado na revista “Diabetes Care”.
 

 

O receio de hipoglicemia (baixo nível de glicose no sangue) e a preocupação com o ganho de peso podem induzir pacientes com Diabetes tipo 1 a restringir as doses de insulina indispensáveis.
 

 

O estudo liderado por Katie Weinger, do Joslin Diabetes Center, em Boston, nos EUA, acompanhou 234 mulheres diabéticas tipo 1 durante 11 anos. As que restringiram o uso de insulina tiveram um maior risco de morte e maiores índices de problemas renais e nos pés, comparativamente às mulheres que não restringiram a dose de insulina.
 

 

Além disso, a idade média de morte das que restringiram a insulina foi menor: 45 anos contra 58 anos entre as que não restringiram.
 

 

No início do estudo, 71 mulheres (30% do total) foram classificadas como as que restringiam insulina, com base na resposta positiva ao item da triagem "Eu tomo menos insulina do que deveria."
 

 

Vinte e seis mulheres morreram durante o acompanhamento, inclusive dez que limitaram o uso de insulina. A restrição de insulina aumentou o risco relativo de morte mais do que três vezes após o ajuste a outros factores.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.