Estudo amplia idade de dadores de tecidos córneos

Trabalho publicado na revista “Ophthalmology”

03 abril 2008
  |  Partilhar:

Os transplantes com tecidos córneos provenientes de indivíduos com idades entre os 66 aos 75 anos têm uma taxa de sucesso de 86%, aponta um estudo publicado na revista “Ophthalmology”, o qual comparou dados de dadores mais jovens.
 

 

As córneas de pessoas mais velhas apresentam uma taxa de sucesso tão elevada quanto as dos mais jovens, conclui o estudo, coordenado pelo Centro Jaeb na Florida, e que teve financiamento do National Eye Institute, dos EUA.
 

 

A investigação envolveu 1.100 pacientes, com idades compreendidas entre os 40 e 80 anos, 105 cirurgiões e 80 centros hospitalares. Os pacientes foram acompanhados durante cinco anos após o transplante.
 

 

No estudo, um grupo recebeu tecido córneo de dadores com idades compreendidas entre os 66 e os 75 anos; o outro grupo foi transplantado com córneas de pessoas com mais de 12 anos. Após cinco anos de acompanhamento, os investigadores observaram uma taxa de sucesso (86%) equivalente nos dois grupos.
 

 

O trabalho reforça o facto de os dadores mais velhos poderem ser usados, “de forma fiável”, para o transplante de córnea e, deste modo, “expandir a quantidade de dadores entre 20 e 35%”.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.