Estudo “Cancro Colorectal na Comunidade”

Doença afecta 80.500 portugueses

09 outubro 2008
  |  Partilhar:

O cancro colorectal afecta cerca de 80.500 pessoas em Portugal, sendo que só no último ano foram detectados quase 6.400 novos casos, revela um estudo denominado “Cancro Colorectal na Comunidade” e realizado pela ForPoint, Instituto de Formação e Inovação na Saúde.
 

 

O estudo foi realizado no início do ano, sendo a amostra constituída por 10.394 pessoas de todo o território continental e ilhas. Neste estudo, foi aplicado um questionário por entrevista directa a todos os inquiridos com 18 anos ou mais.
 

 

De acordo com a investigação realizada, a prevalência deste tipo de cancro é superior acima dos 45 anos, sobretudo acima dos 65 anos, não se verificando diferenças por sexo.
 

 

A maioria dos inquiridos (62%) apontou a existência de sangue nas fezes como o primeiro sintoma, seguindo-se a falta de forças (46%), a diarreia (25%), a obstipação (23%) e a anorexia (17%).
 

 

O estudo permitiu perceber que o médico de clínica geral é o primeiro profissional a fazer o diagnóstico (49%), seguindo-se um especialista (31%) e por último na urgência hospitalar (21%).
 

 

Alert Life Sciences Computing, SA

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar