Estudantes portugueses especializam-se em São Tomé e Príncipe

Cooperação no domínio da investigação é também objectivo do acordo

05 julho 2010
  |  Partilhar:

Técnicos e estudantes portugueses da Faculdade de Medicina de Lisboa vão-se especializar em São Tomé e Príncipe em Medicina Tropical, revelou Francisco Antunes, docente daquela faculdade e responsável do Hospital de Santa Maria.

 

Francisco Antunes explicou à agência Lusa que, em 2009, foi assinado um protocolo de cooperação entre o principal hospital de São Tomé e Príncipe, Ayres de Menezes, e a Faculdade de Medicina de Lisboa, o qual tem como objectivo ajudar na formação e investigação e apoiar os cuidados assistenciais no arquipélago.

 

“O acordo prevê que São Tomé e Príncipe nos ajude a formar os nossos estudantes de Medicina, particularmente no que diz respeito a Medicina Tropical, para eles adquirirem experiências no âmbito das doenças tropicais”, referiu o especialista em doenças infecciosas e Medicina Tropical.

 

Por outro lado, "a Faculdade de Medicina de Lisboa e o Hospital de Santa Maria pretendem prosseguir e alargar essa cooperação no domínio da investigação, particularmente na área da sida, onde possuem uma larga experiência" e prometem apoios à monitorização do tratamento para saber se os medicamentos estão ou não a ser eficazes, revelou.

 

"Só assim se poderá colmatar durante algum tempo as carências de não haver no país um laboratório que permita monitorizar a eficácia da terapêutica para a sida", acrescentou.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.