Estudante holandesa ingeriu sangue com HIV

Faculdade de Medicina Utrecht investiga o caso

28 maio 2002
  |  Partilhar:

Uma estudante holandesa de Medicina da Universidade de Utrecht, perto de Amsterdão, pode ter ingerido, acidentalmente, sangue infectado com HIV, o vírus da Sida, durante uma aula. A aluna, que participava em um exercício prático, no qual os alunos tinham de sugar o sangue de uma pipeta ou tubo de vidro. De acordo com a agência Reuters, a estudante terá levado um pouco do líquido à boca.
 

 

Em geral, e segundo um porta-voz da Universidade, o sangue é testado antes de cada exercício, mas nesse caso não foi.
 

 

Mais tarde, as análises revelaram que o sangue estava infectado com HIV, que tem um período de incubação de seis meses. Por isso, a aluna terá de aguardar seis meses para saber se foi infectada com o vírus causador da Sida.
 

 

No entanto, ainda não está claro como ocorreu o incidente, dado não ser comum a um aluno do primeiro ano de Medicina trabalhar com sangue infectado, apontou o porta-voz da universidade. E acrescentou: «A universidade lamenta o incidente, que foi uma lamentável convergência de circunstâncias. A universidade fará tudo o que está em seu poder para prevenir nova recorrência».
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.