Estrogénio pode evitar acidentes vasculares cerebrais em mulheres com menopausa precoce

Estudo publicado na revista “Menopause”

11 novembro 2011
  |  Partilhar:

Uma investigação realizada por investigadores da Clínica Mayo, no Minnesota, EUA, demonstrou que o estrogénio poderá evitar acidentes vasculares cerebrais (AVC) em mulheres com menopausa precoce. Esta investigação questiona que o estrogénio seja um factor de risco para AVC nas mulheres em todas as idades.

 

Neste estudo, publicado na revista “Menopause”, os autores compararam os resultados de uma investigação recente da Clínica Mayo com outros seis estudos realizados em todo o mundo e verificaram que o estrogénio protege contra a ocorrência de AVC antes dos 50 anos. Esta é a idade média aproximada para o início da menopausa feminina.

 

“Os resultados surpreenderam-nos muito porque não os esperávamos”, comenta o autor do estudo, o epidemiologista e neurologista Walter Rocca, sublinhando que “rebate-se a ideia antiga de que o estrogénio é sempre um problema para o cérebro”.

 

Assim, o especialista adverte que “o estrogénio pode ser um problema nas mulheres mais velhas, mas nas mais jovens poderá ser importante na protecção contra acidentes vasculares cerebrais”.

 

O estudo tem implicações para as mulheres com menopausa precoce – antes dos 40 anos – devido a causas naturais ou por remoção dos ovários. Por este motivo, Rocca recomenda que se considere a administração de estrogénio até aos 50 anos, aproximadamente.  

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.