Estatinas podem atrasar em 50% aperto da válvula aórtica

Estudo da Universidade do Porto

16 abril 2008
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores coordenada por Luís Moura, professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), descobriu que a administração de estatinas reduz em cerca de 50% a progressão da Estenose Valvular Aórtica (EVA).
 

 

A EVA é uma doença que afecta 10 a 15% da população entre os 65 e os 80 anos, sendo a causa mais frequente de cirurgia de substituição valvular nos países desenvolvidos. Note-se que, actualmente, os doentes com estenose aórtica não são tratados numa fase precoce. Os pacientes são seguidos periodicamente até que a patologia atinja um grau de gravidade que exija a intervenção cirúrgica.
 

 

O trabalho em causa foi a única comunicação oral com assinatura portuguesa apresentada, este ano, no Congresso de Cardiologia nos EUA.
 

 

A terapêutica que, comprovadamente, retarda a evolução da estenose valvular aórtica é conhecida, segura, economicamente acessível e está recomendada como primeira linha no tratamento do colesterol elevado e na prevenção da doença cardiovascular.
 

 

Esta descoberta resulta de uma vasta linha de investigação centralizada no Serviço de Medicina A da FMUP, dirigido por Francisco Rocha Gonçalves, e engloba a colaboração de investigadores de topo da Universidade de Nortwestern de Chicago (EUA) e da Universidade Complutense de Madrid.
 

 

Os próximos passos deste projecto internacional, intitulado RAAVE (Rosuvastatin Affecting Aortic Valve Endothelium to Slow the Progression of Aortic Stenosis), passa pelo desenvolvimento de um estudo genético mais aprofundado e pela melhor caracterização epidemiológica e imagiológica desta doença.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.