Estatinas aumentam risco de diabetes

Estudo publicado na revista “Diabetes Care”

05 novembro 2009
  |  Partilhar:

As estatinas, fármaco destinado a reduzir os níveis de colesterol, não diminuem o risco de diabetes e parecem até aumentar ligeiramente a probabilidade de desenvolvimento da doença, refere um estudo publicado na revista “Diabetes Care”.

 

O papel das estatinas na redução do colesterol e na protecção contra as doenças cardiovasculares é bem conhecido, mas em relação à diabetes o assunto é controverso, escreveu na revista “Diabetes Care” a equipa liderada por Swapnil Rajpathak, da Yeshiva University, nos EUA.

 

Um ensaio clínico realizado na Escócia tinha identificado um efeito protector reduzido destes fármacos sobre a diabetes. Para investigar esta questão, a equipa de Rajpathak reuniu dados deste ensaio e de mais outros cinco estudos aleatórios e controlados com placebo. No total, foram avaliados dados de mais de 57 mil pessoas.

 

Ao fim de 3 anos e 9 meses de acompanhamento, 2.082 participantes desenvolveram diabetes. Ao excluírem os dados do estudo escocês, os investigadores verificaram um aumento ligeiro, contudo significativo, de 13% do risco relativo de desenvolvimento de diabetes nos pacientes tratados com estatinas. Ao introduzirem novamente os dados escoceses, o risco de desenvolvimento de diabetes baixou para os 6%.

 

Sem especificar, a equipa referiu que existem vários factores potenciais que podem modificar os resultados. Os investigadores reforçaram, contudo, que os benefícios das estatinas nas pessoas com doença cardíaca "superam enormemente todo o impacto negativo (...) do risco de diabetes".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.