Estatinas associadas a menor risco de artrite reumatóide

Estudo publicado na “PLoS Medicine”

09 setembro 2010
  |  Partilhar:

A toma regular de estatinas, fármacos utilizados na redução do colesterol, está associada a um menor risco de desenvolvimento de artrite reumatóide, revelou um estudou publicado na revista “PLoS Medicine”.

 

Os efeitos benéficos das estatinas na artrite reumatóide já tinham sido anteriormente sugeridos, mas não ainda não estava perfeitamente esclarecido se estes fármacos poderiam impedir o desenvolvimento deste problema.

 

Para a realização do estudo, os investigadores contaram com a participação de 1,8 milhões de membros do Maccabi Healthcare Services, em Israel, com o objectivo de investigar uma possível associação entre a toma de estatinas e a artrite reumatóide. A análise da base de dados da organização permitiu aos investigadores avaliarem a incidência desta doença entre os adultos que tinham iniciado o tratamento com estatinas entre 1998 e 2007. Como forma de controlo, os investigadores também avaliaram qualquer possível associação entre o uso de estatinas e o desenvolvimento de osteoartrite, uma doença degenerativa das articulações, que é pouco provável que seja afectada pela toma de estatina.

 

Os investigadores constataram que, durante o período de acompanhamento, houve uma incidência de cerca de 2.578 casos de artrite reumatóide e de 17.878 de osteoartrite. A taxa de artrite reumatóide para os pacientes que não tomavam regularmente estatinas foi 51% maior do que para os que tomavam este fármaco, durante pelo menos 80% do período de acompanhamento.

 

Após terem tido em conta outros factores que poderiam influenciar os resultados, os investigadores concluíram que os pacientes que tomavam regularmente estatinas apresentavam um menor risco de desenvolver artrite reumatóide do que aqueles que não tomavam este fármaco.

 

Os autores do estudo, liderados por Gabriel Chodick, concluem que são ainda necessários mais estudos noutras populações, antes de se considerar a importância clínica destes resultados, especialmente para os jovens adultos que têm um risco aumentado de sofrer de artrite reumatóide.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 2
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.