Estatina previne doenças cardiovasculares em idosos saudáveis

Estudo apresentado no congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia

03 setembro 2009
  |  Partilhar:

A estatina rosuvastatina, destinada a baixar os níveis de colesterol, reduz o risco de enfarte do miocárdio e de acidentes vasculares cerebrais (AVC), bloqueio arterial e morte em idosos aparentemente saudáveis e em adultos de meia-idade, é afirmado num estudo apresentado esta semana no congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, que decorre em Barcelona, Espanha.

 

A investigação, realizada no âmbito do estudo denominado Júpiter, envolveu um total de 17.802 pessoas com mais de 70 anos e demonstrou que o subgrupo de 5.695 pacientes a quem foi ministrado o fármaco tinha um risco 39% inferior ao do subgrupo que tomou o placebo de vir a sofrer um enfarte, AVC ou bloqueio arterial.

 

O estudo Júpiter impressionou muitos especialistas quando foi apresentado em Novembro passado, dado ter sido a primeira investigação a revelar que os pacientes com níveis de colesterol baixo mas níveis anormais da proteína C reactiva, relacionada com a doença cardíaca, podiam beneficiar da toma desta estatina.

 

A descoberta alargou o uso das estatinas também a pacientes considerados de baixo risco de doença cardíaca e lançou um alerta para que os médicos passem a controlar os níveis de proteína C reactiva, um indicador de inflamação arterial, dado que esta análise não é requisitada como exame de rotina.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.