Estado comparticipa vacina contra o HPV

Informação veiculada no sítio do INFARMED

27 dezembro 2010
  |  Partilhar:

Uma das duas vacinas existentes no mercado português contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), que provoca cancro do útero, vai ser comparticipada pelo Estado, revela uma notícia publicada no jornal “Sol”, que cita o sítio da internet do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde).

 

O preço de venda ao público da vacina Cervarix, da GlaxoSmithKline (GSK), é de 80 euros, tendo-lhe sido atribuída a comparticipação de 37%, refere a mesma notícia.

 

Já a vacina comercializada pela Sanofi Pasteur, a Gardasil, que tem um preço de venda ao público de cerca de 123 euros (no total das três doses necessárias), não tem qualquer comparticipação atribuída, segundo a mesma nota informativa do INFARMED. Sobre esta última vacina, refere o mesmo comunicado que “o detentor da Autorização de Introdução no Mercado (AIM) da vacina Gardasil submeteu o pedido de comparticipação para esta vacina, estando o processo em fase de avaliação”. Contudo, o valor da comparticipação ainda não é conhecido.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.