Esquizofrenia tem por base causas genéticas

Novo estudo ajuda a entender a doença

01 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

Uma equipa científica internacional apresentou um estudo que ajuda a entender as causas genéticas da esquizofrenia e mostra uma relação directa entre a doença e a estrutura do cérebro.
 

 

Realizado sob a égide do Instituto Neurocientífico da Esquizofrenia e Perturbações Relacionadas (Nova Gales do Sul, Austrália), o estudo conclui que os processos alterados do raciocínio estão relacionados com o enfraquecimento da matéria cinzenta do cérebro.
 

 

O estudo consistiu em examinar a espessura e função do cérebro de dez australianos que sofriam as etapas iniciais da esquizofrenia. A seguir, foi-lhes pedido que planeassem uma acção que implicasse atenção e memória, ao mesmo tempo que o seu cérebro era analisado num aparelho de ressonância magnética. Os resultados foram comparados com os de outro grupo de pessoas que não sofriam da doença, mostrando que os esquizofrénicos tinham mais dificuldades em completar o projecto.
 

 

As conclusões do estudo, que serão publicadas pela revista científica internacional Neuroimage, deverão abrir novas áreas de investigação, como o exame de amostras de massa cinzenta de doentes com esquizofrenia.
 

 

A mesma equipa de cientistas espera poder determinar no futuro um ou vários genes susceptíveis de desenvolver a doença e tentar neutralizá-los para criar novos tratamentos. A origem da esquizofrenia não é conhecida com precisão, mas sabe-se da existência de factores que incidem no desenvolvimento cerebral, alguns deles genéticos e outros que afectam o cérebro nos últimos meses da gravidez e primeiros da vida.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.