Espécie humana descende de pequena tribo africana

Seis mil milhões têm origem em duas mil pessoas

16 outubro 2003
  |  Partilhar:

Os seis mil milhões de pessoas que habitam a Terra descendem de um pequeno grupo de dois mil africanos, que viveram há mais de 100 mil anos. Este é o principal resultado de uma investigação conduzida pelo cientista russo L. A. Zhivotovsky, biólogo do Instituto de Genética Geral da Academia Russa de Ciências, em conjunto com investigadores das universidades de Stanford e Califórnia. Os investigadores serviram-se dos recentes avanços na área da genética, para reunir 377 tipos de DNA representativos da população de todas as nações do mundo. Em seguida compararam os dados para perceber se as características «primitivas» existentes nos DNA são comuns a todos os tipos. Após a recolha dos dados, estes são analisados à luz de métodos matemáticos contemporâneos e da tecnologia estatística de forma a discernir se os homens e mulheres que deram início à espécie humana constituíam um grupo grande ou um grupo pequeno. Chegaram assim à conclusão final, delimitando em dois mil o número de espécimens dos quais descendem directamente os seres humanos. Segundo os cientistas, mesmo que «não sejamos primos dos descendentes de Adão e Eva, somos no entanto todos filhos da mesma tribo». Outro dos enfoques deste estudo foi a dispersão espacial dos humanos pelo planeta ao longo dos milhares de anos que sucederam ao seu aparecimento. Segundo os cientistas, a divisão da primeira tribo em ramos diversos, que viriam a dar origem às diferentes populações do mundo, deu-se há cerca de 70 a 140 milhares de anos. Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.