Especialistas discutem casas de banho

Encontro reúne investigadores de todo o mundo

22 novembro 2004
  |  Partilhar:

 

 

 

Ter acesso a uma casa de banho é um direito humano, dizem especialistas reunidos no quarto encontro anual da Organização Mundial de especialistas em Casas de Banho, em Pequim, China.
 

Mais de 400 delegados do mundo inteiro, incluindo urbanistas, especialistas em meio-ambiente e em design de casas de banho, participaram na reunião, que decorreu na semana passada, e teve como objectivo melhorar as casas de banho no mundo inteiro, com uso de melhor administração e tecnologia.
 

O programa de meio ambiente da ONU estima que cerca de 2,4 biliões de pessoas no mundo não tenham acesso a casa de banho, o que cria problemas graves de saúde e piora a pobreza.
 

A ONU diz ainda que a principal fonte de contaminação de água nos países em desenvolvimento são das fezes humanas, que trazem bactérias, parasitas e vírus que provocam doenças.
 

Segundo a Organização Mundial de especialistas em Casas de Banho, a população deveria exigir mais qualidade no saneamento. «O movimento pelo direito a uma casa de banho é algo que está a acontecer a uma escala mundial», disse o representante da organização, acrescentando que «uma casa de banho é um direito humano básico que tem sido negligenciado. O mundo merece melhores casas de banho».
 

Com a falta de casas de banho em zonas rurais de países em desenvolvimento, as crianças adoecem facilmente e, por causa disso, a educação é afectada e a pobreza perpetuada.
 

Na abertura do encontro, as autoridades chinesas admitiram que as suas casas de banho estão longe do padrão de qualidade ideal. A China é famosa pelas suas casas de banho malcheirosas, mas o governo já está a investir bastante para melhorar as suas casas de banho antes da realização dos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim.
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.