Especialistas alertam para riscos do Aborto Terapêutico

Dados apresentados no ”I Encontro de Estudos Médicos sobre a Vida Humana”

09 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

Tomar a pílula abortiva RU486 tem várias contra-indicações que não são explicadas às mulheres que optam por fazer uma IVG (Interrupção Voluntária da Gravidez), alerta Margarida Castel-Branco, farmacologista e professora na Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra.
 

 

A especialista recorda o caso de uma jovem sueca que, em 2003, morreu com uma hemorragia interna, depois de ter tomado a pílula abortiva no hospital.
 

 

Margarida Castel-Branco faz parte de um grupo de médicos e psiquiatras portugueses, britânicos e norte--americanos que participaram esta semana no I Encontro de Estudos Médicos sobre a Vida Humana, em Lisboa.
 

 

Apesar de a Direcção-Geral de Saúde (DGS) explicar as vantagens e desvantagens deste método, e dessa informação ser dada às mulheres, Margarida Castel-Branco diz que esses dados não são suficientes, porque não referem todas as contra-indicações.
 

 

A investigadora compilou informação a qual lhe permite afirmar que o aborto farmacológico provoca infecções que podem conduzir à morte. No seu estudo refere cerca de uma dezena de "mulheres saudáveis", nos EUA, Canadá e França, que terão morrido por complicações e infecções.
 

 

Os efeitos do aborto medicamentoso são: perda de sangue, entre nove a 45 dias, febre, cansaço, dores, náuseas, vómitos, diarreia. "É um processo demorado, com efeitos complicados, para os quais é preciso vigilância médica", alerta a professora, para quem o aborto cirúrgico também tem riscos. Estes não se restringem apenas à saúde física, mas também à mental. Segundo um outro estudo realizado com mil norte-americanas, entre 20 e 30% vêm a sofrer de problemas mentais ou psicológicos depois de realizarem um aborto.
 

 

Fonte: Público
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.