Especialista em direito da família defende adopção por casais homossexuais
16 abril 2002
  |  Partilhar:

Clara SottoMayor, especialista em Direito da Família e autora do livro «Regulação do exercício do poder paternal nos casos de divórcio», defende a adopção por parte de casais do mesmo sexo, algo que actualmente é apenas permitido na Holanda.
 

 

Esta tese é assumida num concorrido e aceso debate sobre os direitos dos homossexuais, promovido pelos alunos de Direito da Universidade do Minho, e no qual um responsável pelo sítio da Internet «Portugalgay» se queixou precisamente da desigualdade de direitos entre homo e heterossexuais. Ideias que não convenceram o cónego Eduardo Melo, vigário-geral da Arquidiocese de Braga que, ancorado na posição da Igreja Católica, lançou mesmo um apelo aos «poderes constituídos» para que «deixem de aprovar, apoiar e dar facilidades - quase promovendo - a homossexualidade».
 

 

Nos antípodas desta posição, o cónego Melo lembrou que para a Igreja a homossexualidade é fruto de um «impulso perverso», mas aconselhou a sociedade a cultivar, em relação aos «desviados sexuais», sentimentos de «aceitação, compreensão e sentido do outro, embora sem mistura e sem aprovação - pois nada se pega por contacto».
 

 

Ver mais no Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar