Especialidade em Emergência Médica em Portugal vai ter de esperar

Posição da Ordem dos Médicos

11 agosto 2008
  |  Partilhar:

A Ordem dos Médicos (OM) recusa, por enquanto, a criação de uma especialidade clínica em emergência médica, proposta por um especialista em trauma, alegando que não está provado que traga vantagens técnicas para o país.
 

 

"É um assunto que tem sido muito debatido mas não está neste momento no horizonte da Ordem dos Médicos fazê-lo. Mas caso se prove que traz vantagens técnicas para o país, rapidamente criaremos a especialidade", declarou à agência Lusa o bastonário da OM, Pedro Nunes.
 

 

O comentário surge depois de o especialista Jorge Mineiro, responsável da Sociedade Portuguesa de Trauma, ter defendido a criação de uma especialidade em emergência médica, tal como existe a ortopedia ou a neurocirurgia.
 

 

Segundo o bastonário da Ordem dos Médicos, são muito raros os países que têm essa especialidade criada e, na maioria dos países europeus, a emergência médica é complementar às várias especialidades.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.