Espanha não representa foco autónomo de epidemia de gripe

Nota da Organização Mundial de Saúde

12 maio 2009
  |  Partilhar:

Com Espanha a registar 98 casos confirmados de infecção pelo vírus da gripe A, o maior número de casos em toda a Europa, a Organização Mundial de Saúde (OMS) não considera, por enquanto, que a transmissão do vírus no espaço europeu siga o mesmo padrão observado nos EUA e México.

 

Keiji Fukuda, o vice-director da OMS, referiu que "os casos observados em Espanha estão vinculados a viagens" aos países afectados. Por essa razão, a Espanha não é considerada como um "foco autónomo" desta epidemia.

 

Contudo, a OMS está preocupada com a propagação da gripe no hemisfério Sul visto que, com a aproximação do Inverno, as baixas temperaturas e a humidade aumentam o tempo de sobrevivência do vírus.

 

Por isso, a OMS solicitou aos países do hemisfério Sul que, com a chegada do Inverno à região, monitorizem de perto novos surtos de gripe, tendo anunciado, entretanto, o envio de 2,4 milhões de unidades de antivirais (doados pelo laboratório Roche) para 72 países em desenvolvimento.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.