Escoliose pediátrica: lançada campanha

Maioria das escolioses não tem causa conhecida

28 junho 2016
  |  Partilhar:

A primeira campanha nacional de sensibilização para a escoliose pediátrica foi ontem lançada em Lisboa com o objetivo de alertar e esclarecer sobre esta que é a principal doença degenerativa da coluna em crianças e adolescentes.
 

De acordo com os responsáveis pela campanha, a escoliose é uma doença que se carateriza por um desvio tridimensional da coluna que surge quando ocorre um desalinhamento das vértebras.
 

Segundo a notícia avançada pela agência Lusa, a campanha patrocinada cientificamente pela Sociedade de Ortopedia e Traumatologia e pela Sociedade Portuguesa de Pediatria, tem ainda o objetivo de ajudar as crianças e jovens a “compreender e ultrapassar o impacto que a deformidade possa ter na sua qualidade de vida e autoestima”.
 

Na página do Facebook da campanha explica-se que a grande maioria das escolioses (80-90%) não tem uma causa conhecida e surge em crianças e adolescentes sem outras doenças.
 

Além disso, é ainda esclarecido que a “escoliose estruturada não está ligada a más posturas ou diferenças no comprimento dos membros, nem tem nada a ver com traumatismos ou sobrecarga (como o transporte de mochilas pesadas)”.
 

Os responsáveis pela campanha referem ainda que “há curvaturas naturais”, enquanto outras não o são e dão uma ajuda para identificar uma curvatura na coluna: “se a criança estiver muito direita e se um dos seus ombros ou um dos lados da anca estiver mais alto que o outro deve ter uma curvatura na coluna”.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.