Escolhas alimentares de crianças influenciadas por publicidade com famosos

Conclusão de estudo no Reino Unido

13 março 2013
  |  Partilhar:

Um estudo levado a cabo pela Universidade de Liverpool revela que as crianças são influenciadas a optar por produtos alimentares cuja publicidade é feita com pessoas famosas.
 

De acordo com Emma Boyland, líder da investigação, este é o primeiro estudo a mostrar os poderosos efeitos da publicidade com celebridades na escolha e consumo de produtos alimentares por parte de consumidores que são ainda crianças.
 

A publicidade que utiliza pessoas famosas para recomendar produtos é um método eficaz para criar valor, reconhecimento e credibilidade para uma marca. As celebridades são cada vez mais utilizadas na publicidade televisiva para estimular as crianças a experimentarem novos produtos alimentares. Um exemplo desta tendência é o caso de Gary Lineker, antigo jogador da seleção inglesa e atual comentador desportivo, que empresta a sua imagem à marca Walkers Crisps desde 1995.
 

O estudo contou com a participação de 81 crianças com idades compreendidas entre os oito e onze anos de idade e consistiu na visualização de um de três anúncios publicitários ou imagens de um programa desportivo apresentado por Gary Lineker no meio de uma série de desenhos animados de 20 minutos. Os anúncios eram às batatas fritas da marca Walkers Crisps, a outro tipo de produto alimentar e a brinquedos. De seguida, foram oferecidas batatas fritas a todos os participantes. As batatas encontravam-se em duas taças, uma com o rótulo “Walkers” e outra com o rótulo “Supermercado”, apesar de conterem exatamente o mesmo produto. As crianças serviram-se livremente e no final foram medidas as quantidades consumidas de cada taça.

Os investigadores verificaram que, apesar de ambos os recipientes conterem o mesmo tipo e marca de batatas fritas, depois de visualizarem um anúncio ou um programa televisivo com o Gary Lineker, as crianças consumiram consideravelmente mais batatas da taça que tinha o rótulo “Walkers” do que aquelas que visualizaram anúncios a outros alimentos ou a brinquedos.
 

“O estudo demonstrou, pela primeira vez, que a influência da celebridade estendeu-se além do expectável e influenciou as crianças a consumir o produto publicitado, mesmo quando viram a celebridade num contexto diferente do da promoção da marca. Isto quantifica a influência significativa que as celebridades têm sobre as preferências das crianças ao nível de marcas e sobre o consumo”, declarou Emma Boyland.
 

A investigadora ressaltou que este estudo revela as consequências da utilização de celebridades para a promoção de produtos pouco saudáveis. “Se a promoção de produtos com muito sal e açúcar por parte de celebridades continua e a sua aparição noutros contextos conduz ao consumo de alimentos pouco saudáveis, então isso significa que quanto mais proeminente for a celebridade maiores serão os efeitos negativos sobre a dieta das crianças”, conclui a cientista.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.