"Esclerose Múltipla para a Medicina Geral e Familiar"

Programa ajuda no diagnóstico da doença

04 julho 2013
  |  Partilhar:

O programa "Esclerose Múltipla para a Medicina Geral e Familiar, que tem como objetivo ajudar os médicos a detetar mais precocemente a doença e a agilizar a articulação entre eles e o doente, teve início esta semana.
 

O neurologista Luís Cunha, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, explicou à agência Lusa que o primeiro objetivo deste projeto de formação passa por "alertar os médicos para a doença e fornecer instrumentos para a deteção mais precoce dos seus sintomas nos doentes".
 

"Depois, pretende melhorar a articulação entre os doentes, médicos de família e as equipas médicas de acompanhamento nos hospitais centrais", salientou o coordenador-geral do programa, que vai percorrer também os hospitais centrais de Lisboa e Porto.
 

De acordo com o médico, a esclerose múltipla atinge pessoas adultas, sobretudo mulheres, o que levanta "muitas outras questões" a que os médicos de família devem estar habilitados a responder.
 

"Por exemplo, questões relacionadas com gravidez, tipo de parto, anticoncecionais, articulação de medicamentos e tempo de duração de tratamento, entre outras, precisam de pontos de articulação para uma melhor gestão da qualidade de vida da doente", disse Luís Cunha.
 

Além da necessária articulação, "os médicos de família têm de estar habilitados a efetuar o diagnóstico e acompanhar o tratamento", referiu o neurologista, que considera a doença "subdiagnosticada" em Portugal.
 

Luís Cunha referiu que já existem métodos que permitem detetar precocemente a doença, embora admita que dos mais de 6.000 portadores de esclerose múltipla existentes em Portugal apenas "três quartos estejam diagnosticados".
 

Sem dados epidemiológicos que permitam dizer com rigor se a doença tem aumentado, Luís Cunha disse, no entanto, que devido aos "critérios mais precisos de diagnóstico têm sido diagnosticados mais casos" no país.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.