Escarlatina em Macau

87 casos registados de escarlatina desde o início do ano

13 setembro 2011
  |  Partilhar:

Macau registou 87 casos de escarlatina desde o início de 2011, número que pode vir a aumentar no arranque do ano escolar, mas que não deverá gerar um surto significativo face à eficácia dos antibióticos, afirmaram as autoridades.

 

“Os antibióticos são eficazes e, por isso, não temos preocupações. Depois do início do ano lectivo é possível que o número de casos aumente porque há mais condições de propagação da doença, mas não prevemos nenhum surto significativo”, disse o director dos Serviços de Saúde de Macau, Lei Chion Ion, após a 11ª reunião regional [entre Guangdong, Macau e Hong Kong] sobre a prevenção e tratamento de doenças transmissíveis.

 

No encerramento da reunião tripartida em Macau, Lei Chion Ion frisou ainda que nenhum dos 87 casos registados este ano resultou em morte no território e que a propagação da doença está a ser controlada através “do reforço da cooperação com as escolas”. “O aumento da escarlatina é um problema regional”, apontou, relacionando o seu contágio com questões de condições de vida, hábitos da população e densidade populacional.
Em 2010, Macau registou um total de 16 casos de escarlatina, contra os 857 registados em Guangdong e mais de 1.100 em Hong Kong.

 

A partir de Janeiro de 2011, o número de casos de escarlatina aumentou consideravelmente em Hong Kong, tendo resultado na morte de duas crianças, a última delas em Junho, mês em que chegaram a ser registados 28 casos diários, levando as autoridades a declararem o estado de epidemia.

 

Na altura, microbiologistas da Universidade de Hong Kong atribuíram o surto de escarlatina ao consumo excessivo de antibióticos, o qual teria contribuído para a mutação genética da bactéria “streptocoque”, tornando-a mais contagiosa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.