Ervanárias poderão vir a ser fiscalizadas pelo Infarmed
16 abril 2001
  |  Partilhar:

A fiscalização das ervanárias poderá ficar sob a alçada do Instituto Nacional do Medicamento, no seguimento de legislação em preparação sobre medicamentos e produtos à base de plantas medicinais.
 

 

Perante os deputados da comissão parlamentar de Saúde, o presidente do Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed), Miguel Andrade, reconheceu hoje que o sector das plantas medicinais escapa à fiscalização das autoridades e os produtos à venda "não estão a ser acompanhados".
 

 

Miguel Andrade, que falava na primeira audiência realizada no âmbito da discussão dos projectos de lei do BE e do PS sobre a regulamentação das medicinas alternativas, avançou ainda que o Infarmed está a preparar um documento regulamentador para o sector, que deve ser apresentado ao Governo até ao final do verão.
 

 

O desconhecimento da origem das matérias-primas e a ausência de informação correcta sobre as indicações de uso dos produtos são alguns dos problemas que o presidente do Infarmed aponta.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.