Erradicação do sarampo na Europa até 2015

UE estabelece nova meta

23 dezembro 2010
  |  Partilhar:

Através de uma vasta campanha de vacinação, a União Europeia (UE) estabeleceu uma nova meta para erradicar o sarampo, até ao ano de 2015.

 

Os Estados-membros da UE, e outros países da Europa, tinham estabelecido este ano como meta para a erradicação da doença, mas face à realidade de ainda não ter sido conseguido, definiram agora um novo objectivo: 2015. Segundo os técnicos da UE, a razão pela qual ainda não se conseguiu extinguir o sarampo na Europa deve-se ao facto de muitas crianças não serem vacinadas a tempo e de algumas nem sequer serem imunizadas.

 

Portugal está entre os países com menos casos registados - apenas cinco em 2010 –, a par dos países nórdicos, segundo as estatísticas divulgadas pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças e citadas pela agência Lusa. Apenas oito países não registaram qualquer caso de sarampo este ano - Islândia, Estónia, Letónia, República Checa, Eslováquia, Áustria, Malta e Luxemburgo.

 

Bulgária, com 21.853 casos comunicados, e França, que registou este ano 3.347, são os países com maior incidência da doença, mas há outros com números ainda elevados, como Itália, com 641, ou Alemanha, com 657. Espanha já registou este ano 169 casos de sarampo, bastantes mais do que a Bélgica, com 40, a Suíça, com 49, ou a Holanda, com 12.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.