Eritropoietina testada em ratos ajuda a emagrecer

Estudo publicado no "PLos ONE"

13 julho 2009
  |  Partilhar:

A eritropoietina (EPO), uma hormona natural produzida pelo rim para estimular a produção dos glóbulos vermelhos, aumenta a capacidade de queimar gordura, revela um estudo publicado no PLos ONE.

 

A eritropoietina é um anabolizante cujo uso está proibido a desportistas.

 

Investigadores da Universidade de Copenhaga, Dinamarca, compararam o peso de ratos a que foi administrado EPO com ratos de um grupo de controlo. Os cientistas constataram que, ingerindo a mesma quantidade de alimentos, as cobaias do primeiro grupo engordaram apenas metade do que engordaram as do segundo.

 

Enquanto os ratos do grupo de controlo engordaram 13 gramas em 12 semanas, passando de 22 para 35 gramas, os que tomaram EPO ganharam apenas sete gramas, chegando aos 29 gramas.

 

O estudo constatou que, nos ratos, a EPO aumenta a capacidade do músculo de queimar gordura.
 

No trabalho é sugerido que o mesmo efeito pode acontecer no metabolismo dos seres humanos. Contudo, Pernille Hoejman, líder da investigação, ressalvou que a toma de EPO tem efeitos secundários gravíssimos, tais como "o aumento do risco de hipertensão arterial e de embolia cerebral e cardíaca".

 

Por isso, os investigadores sugerem que o desafio será fabricar uma molécula de EPO artificial que não produza um aumento exponencial do número de glóbulos vermelhos e, ao mesmo tempo, mantenha a propriedade de eliminar a gordura acumulada no organismo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.