Epilepsia resistente à medicação: dieta cetogénica é uma alternativa eficaz

Declarações de um especialista

02 novembro 2012
  |  Partilhar:

A dieta cetogénica, caracterizada por um elevado teor de gorduras e baixo de glícidos, é “uma alternativa eficaz” aos fármacos no tratamento de crianças com crises de epilepsia resistentes à medicação, revelou uma especialista do Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC).
 

“Esta dieta representa “uma esperança para todas as crianças e familiares de crianças com epilepsia farmacorresistente”, disse Conceição Robalo.
 

Os doentes que cumprem a dieta cetogénica “não têm sensação de fome e ficam mais calmos”, revelou à agência Lusa Conceição Robalo, do Centro de Epilepsia da Região Centro.
 

Além de ser “uma alternativa eficaz aos antiepiléticos, evitando a polimedicação e os efeitos secundários dos fármacos”, esta dieta trouxe “uma revolução no controlo das crises epiléticas”.
 

A responsável pela consulta de epilepsia do HPC falava à Lusa, em Coimbra, à margem de um encontro de profissionais de saúde promovido pela empresa Nutricia Advanced Medical Nutrition, “com o objetivo de desmistificar a utilização” da dieta cetogénica.
 

Esta dieta é defendida por várias instituições e associações de doentes de todo o mundo, como a Matthews Friend’s, que participa no encontro destinado a “esclarecer sobre os seus benefícios”.
 

A dieta cetogénica recomendada para crianças com crises resistentes à medicação “permite que um em cada quatro doentes fique totalmente livre de crises epiléticas”, segundo dados revelados durante os trabalhos.
 

Em Portugal, a incidência da epilepsia é elevada, calculando-se que esta disfunção do sistema nervoso, a mais comum entre várias, afete 40 a 70 mil pessoas. Metade dos casos começa na infância, sendo este um dos distúrbios neurológicos mais frequentes e graves nas crianças.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.